Healers e Respawn, parte II

Healers Respawn Swordplay 02

Dando sequência à série, hoje o nosso assunto vai englobar os Pontos de Respawn — aqueles lugares mágicos e maravilhosos no meio da arena de Swordplay que permitem que os guerreiros “mortos” em combate voltem para o jogo!

De maneira geral, podemos classificar os Healers (já abordados no artigo anterior) como “elementos ativos” no jogo; por sua vez, os Pontos de Respawn são “elementos passivos”, ou locais especificamente designados pelos organizadores dos jogos de combate para onde os guerreiros devem ir depois de “morrerem”. Chegando ao Respawn, o participante “revive” e pode voltar para o combate.

Pontos de Respawn são a maneira mais fácil de implementar a mecânica de “ressurreição” em um jogo de combate de Swordplay, e são amplamente utilizados pela equipe da Gladius em várias atividades, tais como a Batalha de Dagorhir, o Three-Men Forever, a Travessia, a Escolta, a Conquista de Territórios, o Frag, a Hidra, a Caça aos Ovos de Dragão, entre outros.

A mecânica básica de jogo é simples: um guerreiro “morto” em combate deve colocar a espada / machado / lança / foice / whatever sobre a cabeça e dirigir-se até o ponto de Respawn designado. Chegando ao ponto de Respawn, o combatente “revive” e pode voltar ao combate.

Vejamos algumas variantes dos Pontos de Respawn que são utilizados nos treinos e torneios da Gladius Swordplay:

 

1.) Respawn fixo

Conforme descrito acima, basta chegar ao ponto designado para “reviver”. No caso de jogos de combate onde dois exércitos se enfrentam, cada equipe tem o seu próprio ponto de Respawn fixo e os combatentes “mortos” só podem “reviver” no  seu próprio Respawn. Um ponto de Respawn pode ser sinalizado com a utilização de bandeiras fincadas no chão (como na foto abaixo) ou faixas amarradas ao redor de árvores ou postes. No caso de jogos de combate com um único ponto de Respawn (como o Three-Men Forever ou o Frag), basta que a organização do jogo indique aos guerreiros qual é o ponto escolhido para a execução da modalidade.

Respawn ponto fixo

Póing!

 

2.) Respawn fixo com fila

Similar ao ponto de Respawn fixo, mas os combatentes “mortos” devem se enfileirar no ponto de Respawn. A quantidade de pessoas na fila é definida previamente pelos organizadores da modalidade; assim, em um jogo com um Respawn fixo com fila de 5 guerreiros, os participantes que “morrem” vão se enfileirando um atrás do outro. Quando a sexta pessoa entrar na fila, o primeiro combatente volta para a batalha. O Respawn fixo com fila é utilizado nas seguintes situações:

  1. Quando a área de Swordplay é pequena e é preciso restringir o número de guerreiros em combate ao mesmo tempo. Exemplos: Hidra, Arena Iron Man, Arena Boss Battle.
  2. Quando a área de combate é grande demais e os participantes “mortos” precisam de algum tempo para recuperar o fôlego e as energias entre um combate e outro. Exemplo: Caça aos Ovos de Dragão.

 

3.) Múltiplos pontos de Respawn

Esta mecânica é utilizada para jogos de combate que ocorrem em uma área muito ampla, dando aos participantes a possibilidade de “reviver” em vários pontos diferentes do campo de batalha em vez de terem que percorrer toda a distância até o ponto de Respawn do seu exército. No caso de alguns jogos de combate mais específicos como a Conquista de Territórios, um dos objetivos do jogo é justamente tomar o controle de pontos de Respawn espalhados pelo campo de batalha. Isso se faz chegando até um Respawn e encaixando ali uma bandeira da cor do seu próprio exército.

 

Bônus Track: Contagem Regressiva  / “Cooldown”

Não representa exatamente um “Ponto de Respawn”, mas sim uma mecânica de “ressurreição” que pode ser utilizada em vários jogos de combate. Neste caso, um jogador “morto” simplesmente se agacha no lugar onde “morreu” e coloca o equipamento sobre a cabeça para sinalizar que está fora de combate, e faz uma contagem regressiva (geralmente 10 a 15 segundos). Ao final da contagem, o combatente volta automaticamente para o combate. Essa mecânica é usada particularmente pela equipe dos Guardiões no jogo da Caça aos Ovos de Dragão.

 

Considerações finais

Como já dissemos, o uso de Healers (como descrito no artigo anterior da série) e também de Pontos de Respawn pode fazer com que os grupos de Swordplay venham a criar jogos de combate novos e diferentes, que que podem alterar a dinâmica dos seus treinos e torneios e também fazer com que os combatentes desenvolvam e executem estratégias de combate diferentes. O seu grupo utiliza alguma dessas mecânicas na prática do Swordplay? Ou alguma outra que não citamos? Fique à vontade de mencionar nos comentários 🙂

Comentários estão fechados