Survival LARP: Uma opção diferente

SurvivalLarpHeader

Um fenômeno relativamente recente no universo dos Live-Actions (ou LARP — não esqueça de dar uma olhada neste link para conhecer a diferença entre LARP, Swordplay, Batalha Campal e outros termos) foi o surgimento dos “Survival LARPs”. Baseado no interesse recente por filmes e games na linha Survival Horror (como Resident Evil, Silent Hill, Left 4 Dead) além de séries como The Walking Dead, o gênero Survival LARP acrescenta uma dimensão interessante à dinâmica dos live-actions.

Além da interação entre os personagens, é preciso, como diz o nome, sobreviver! E, neste momento, entram em cena também as habilidades físicas do participante (capacidade correr, se esconder, combater com armas de espuma ou com pistolas NERF), além da necessidade de resolver enigmas, buscar pistas  e decifrar informações que levarão à solução da missão apresentada aos jogadores. Tudo isso enquanto tentam sobreviver a ataques de zumbis ou alienígenas!

zombieflexmasteamphotoOu seja, pensar enquanto se está correndo ou combatendo é a característica principal de um Survival LARP — e também aquilo que o diferencia de um jogo puramente focado em combate, como uma modalidade de batalha campal ou paintball. Enquanto em um LARP mais tradicional, como os da série Mind’s Eye Theater (Vampiro, Lobisomem, entre outros títulos da White Wolf) os personagens descobrem os pontos mais intrincados da trama do Live após muita conversa, negociação e uso de astúcia e manipulação, em um Survival LARP, muitas vezes, é necessário ficar atento à presença dos antagonistas (geralmente zumbis!), e, para os personagens mais orientados à resolução de problemas, é sempre bom poder ter um ou dois amigos especializados em combate como guarda-costas. Muitas vezes, a melhor estratégia é fugir o mais rápido possível — afinal, vai chegar uma hora em que os personagens combatentes vão estar cansados de tanto correr, sem munição ou cercados pelas hordas inimigas!

Nightmare-poster-CopyExistem alguns grupos que estão desenvolvendo essa nova tendência do Survival LARP. Entre eles podemos destacar o Zombie LARP UK, que promove a campanha “Zombie” desde 2007 no Reino Unido. Nas atividades promovidas por eles, o grupo de participantes é dividido em quatro equipes. Uma dessas equipes é escolhida para participar de um “run” (uma aventura, por assim dizer); as outras três equipes são reunidas para formar o grupo de antagonistas zumbis. Um “run” envolve procurar uma informação, um objeto ou coisa parecida no local onde o live se desenrola; quando o objetivo é alcançado, a equipe pode tentar fugir do prédio para completar o “run”. Quando o “run” for completado (ou quando todos os personagens forem mortos pelos zumbis), outra das equipes é selecionada para outro “run”, enquanto a primeira equipe se junta ao exército dos zumbis. Inclusive, já utilizamos uma versão simplificada dessa dinâmica quando testamos o jogo de combate Zombie Fight em um dos treinos da Gladius no final de 2011.

Abaixo, o vídeo feito após o evento Evolution, que começou com o lançamento da uma bebida energética conhecida como White Knight (que, aparentemente, acaba zumbificando as pessoas que a tomam).

Para mais informações e fotos sobre as atividades do grupo Zombie Larp UK, basta conferir o site deles (em inglês): www.zombielarp.co.uk. A iniciativa vem fazendo tanto sucesso que vários grupos ao redor do mundo utilizam as ideias e o sistema de regras que eles desenvolveram para promover seus próprios eventos.

ZombieLARPNZ-01Outro grupo que promove Survival LARPs (e que, de acordo com eles mesmos, a entidade que deu origem ao termo) é a Raggedy Edge Entertainment, que já promoveu os dois primeiros episódios da campanha Melting Point. Nesta, os inimigos não são realmente zumbis, mas sim algo mais estranho (aparentemente, terroristas; na verdade, alienígenas. Olha o spoiler!), e os personagens são criados como se fossem os participantes de um destacamento paramilitar das Nações Unidas enviado à região para investigar as “atividades estranhas” que estão acontecendo ali. O destaque fica para o sistema de regras elaborado, com uma mecânica interessante que permite aos jogadores criarem medicamentos, armamentos, munições e outros itens no decorrer do jogo enquanto executam suas missões (e tentam continuar vivos).

Uma das maiores dificuldades que um grupo enfrentaria para promover um Survival LARP nos moldes acima no Brasil é o preço ainda proibitivo das armas do tipo NERF, utilizadas neste tipo de live-action. Mesmo assim, nada que não possa ser resolvido; basta tirar a ambientação dos dias modernos e jogá-la para antes do uso da pólvora, substituindo as armas NERF por arcos e flechas. Nada que um pouco de esforço e criatividade na criação das missões não resolva. E vamos matar zumbis!

ZombieLARP_Promotional_Poster_by_hazardu5

Créditos das fotos e vídeos teste post: Zombie LARP – UK, Zombie LARP – NZ, Chris Farnell, Oliver Facey.

Comentários estão fechados.